no mesmo barco

O termo hiperpolítica é aqui utilizado no sentido proposto pelo polêmico filósofo alemão Peter Sloterdijk em seu livro No Mesmo Barco – Ensaios de Hiperpolítica:

hiperpolitica“.. O que falta à teoria e prática é a implantação de uma política para uma era sem impérios. Nós a chamamos hiperpolítica porque podem ser sinalizadas crescentes exigências à arte do pertencer-se; e também porque é preciso ironia para estimular um pouco a política clássica ..”

A ironia e outras formas de humor parecem mesmo necessárias, como antídoto ou vacina, para aguentar a política clássica e seus representantes, enquanto se estruturam os novos canais de articulação social: a sociedade em rede, plural, diversa e auto-gestionária. No tanto em que ela própria se viabilize.

Vai tempo e energia nisso.. Pertencer-se e apropriar-se são questões centrais nessa história.

2 pensamentos sobre “no mesmo barco

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s