ouro x água

Cordilheira dos Andes, norte do Chile, divisa com Argentina. Palco de mais uma luta entre o macrocapital e micromoradores locais. Em outros termos, do valor do ouro contra o da água.

pascua-lama
Nesse trecho da cordilheira, a 4.600m de altura, estão as maiores reservas de ouro, prata e cobre até agora intocadas do planeta. Poderíamos chamá-las muito bem de ‘herança inca’.

As reservas, claro, atiçam a gula dos velhos conquistadores, aqui amparados pela mineradora canadense Barrick Gold , que tem Bush pai como um dos sócios. Sim, “as veias da américa latina” continuam abertas e a revoada de vampiros corre solta, mas parece que nosso sangue está mais coagulado, difícil de chupar. Não sei se estamos morrendo ou cicatrizando. Veremos.

A história de Pascua-Lama não levanta só a questão da insidiosa exploração das riquezas naturais em nosso continente por países ‘centrais’ a troco de nada. Chama também a atenção pelo dano socioambiental provocado (que pouco comove exploradores de qualquer nação).

Não há como extrair o ouro, a prata e os outros minérios ali residentes sem danificar as geleiras locais (o efeito já foi sentido só nas ‘leves’ obras feitas para estudos durante 10 anos). Dessas geleiras, nascem rios que sustentam o ecosistema, as vilas e as cidades abaixo nos dois lados da cordilheira. Nelas tem um povo que grita e que ecoa aqui.

2 pensamentos sobre “ouro x água

  1. Pingback: O muxo » Blog Archive » PÁSCOA LAMA: O OURO SUXO

  2. no a la muerte de nuestro valle, al que alimenta nuestra tierra y a nuestra gente. barrick miente y nos roba lo mas valioso…. mas valioso que todo el oro del mundo…. el agua.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s