transe

Transe é uma bela tag (rótulo, etiqueta), uma palavra-ônibus, como se diz. Carrega inúmeros significados, cada qual para um lugar diferente. De saída, transe quebra regras gramaticais: o s depois do n deveria soar e não , como em ‘trance’, que é parecido mas diferente, ou em ‘tensão’.

Como verbo, transe funciona para convidar, estimular, aconselhar, talvez seduzir: “transe, que é bom para pacificar o espírito, equilibrar os hormônios, balancear a libido, chegar aos céus“.

Talvez venha do barato da transa o sentido emprestado ao transe mediúnico, do candomblé, dos hipnotizados ou de quem fica longo tempo na frente da tevê ou do com-pu-ta-dor: uma suspensão de si, por instantes que seja.

Eis que, ao mapear ‘transubjetividade’, caí nesse post da Pat na Amazônia:

15.4.04
Posted 07:24 by Patricia
Hoje levantei com uma hipótese ou interrogante ou questão: A transubjetividade começa na intrasubjetividade (relação corpo-mente – ver Damasio), avança pela intersubjetividade (ação comunicativa de Habermas) até alcançar a atravessagem dos sujeitos. Bem como a objetividade total, a transubjetividade plena é impossível de alcançar. Como proposta, a transubjetividade aponta um caminho – o caminho da atravessagem dos sujeitos. Não mais o sujeito definindo o objeto (idealismo subjetivista), nem tampouco o objeto determinando o sujeito (materialismo objetivista). A transubjetividade ultrapassa dicotomias e dialéticas, inscreve-se portanto na multilética.

Fiquei verdadeiramente atravessado, transido, trançado, em curto-circuito: multiética, o que é? algo a ver com hiperpolítica? e a transubjetividade, teria pique para ocupar o lugar da ‘objetividade’? Transe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s