soluções mágicas?

Em tempo de Teia, cai bem esta reflexão de Marta Porto :

"Nunca no Brasil se falou tanto de projetos sociais que promovem pela via artística meninos e meninas das grandes periferias urbanas ao panteão da fama da indústria do entretenimento." […]

"Continuamos a ser o país que reproduz de forma incessante a lógica dos vencedores: a democracia que construímos não é aquela que garante os direitos universais, mas a que oferece concessões. Os exemplos são simples: nossa capacidade de produzir soluções criativas para as mazelas do cotidiano parece acobertar nossa dificuldade de estendê-las a todos."

É certo que jamais resolveremos todos os problemas por esta via. Boa parte dos que se destacam nas iniciativas acabam virando mesmo novos produtos nas prateleiras do velho supermercado cultural. Mas importa ver o que se esboça por baixo dessa cena: a criação de novos mecanismos de produção, distribuição e fruição das atividades culturais é, ela própria, uma cultura mais democrática. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s