sabedoria primitiva

“Um quadro ensina o outro”. Esta frase, de uma simplicidade que beira o óbvio, retrata bem a atual problemática em torno da produção de conhecimentos. Transferida ao mundo digital, pode ser lida da seguinte maneira: um site ensina o outro.

Dela puxamos todo o enrosco que envolve, de um lado, os direitos autorais e a propriedade intelectual, e de outro, os códigos abertos e a cultura livre. Conhecimento, como se vê, tem autor, mas é de propriedade coletiva.

Consta que a frase é do pintor Antonio Poteiro, tido por muitos como primitivista, categoria que me parece ou mal definida ou mal nomeada. Segundo Oscar D’Ambrosio:

“Pode-se considerar o artista primitivista aquele que se caracteriza por ter a si mesmo como único padrão. Sem referências culturais que limitem a sua criatividade e sem dominar um conhecimento teórico e dogmático sobre a sua atividade, ele é um autodidata que produz as suas telas livremente.

Surgem assim artistas imersos em jornadas únicas. Cada um deles não continua uma tradição nem a rompe, pois simplesmente não estudou as vertentes anteriores, não se preocupando com as normas impostas pelas academias e críticos de arte. Seu objetivo é representar uma imagem ou pensamento sem levar em conta qualquer tipo de barreira conceitual ou técnica. O resultado, portanto, dependerá de sua sensibilidade, talento e capacidade de ser, acima de tudo, fiel a si mesmo.

Sem modelos pré-concebidos, os primitivistas (não confundir com os primitivos desenhos das cavernas da Pré-História) enfocam os temas mais variados, predominando cenas da vida cotidiana (rurais ou urbanas), geralmente com minuciosas descrições e precioso detalhismo.”

Prefiro chamar artistas desse gênero de primordiais, mas como, no caso, Antonio Poteiro está se lixando para os rótulos que lhe dão, tá tudo bem também. Enfim, para comemorar a páscoa, achei essa imagem do nosso amigo ‘primitivista’.

ceia dos descamisados

O nome da pintura é “Ceia dos Descamisados”. Bom Feriado.

Atualização do Post em 13/02/2009:

Entrevista com Antonio Poteiro ao Diário da Manhã, de Goiania.

2 pensamentos sobre “sabedoria primitiva

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s