mais um partido?

Hoje na Folha Ilustrada, por Marcelo Coelho:

[…]
Idéias, programas, princípios prontos para usar, adquiridos e formulados rapidamente por especialistas no ramo. Uma sigla, uma marca, de fácil memorização. Um horário conseguido gratuitamente na TV. Um líder carismático. Uma burocracia estável de colaboradores e advogados. Uma militância disciplinada: os criminosos se politizam.

Enquanto isso, os políticos se criminalizam. O escândalo dos sanguessugas mostra com clareza que, mais do que se entregar a um grande programa de conquista de poder, ou de manutenção de determinado sistema social, parcela importante dos políticos se dedica a um varejo de ilegalidades, bicando verbas de uma ambulância ali, de uma empresa de ônibus acolá, sem recorrer a nenhum discurso nobilitador como o agora adotado pelo PCC.
[…]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s