os novos indicadores de riqueza

riquezaMais um livro na fila de leitura para quem se interessa em retrabalhar conceitos de riqueza, tão mal alojados nas mãos dos donos do capital.

Os autores propõem análises dos instrumentos de indicação de riqueza dos países que levam em conta impactos ambientais e sociais causados pelas atividades dos diversos setores de produção.

Veja o comentário de Ladislau Dowbor, que escreveu o prefácio da recém-lançada edição brasileira:

“Pela primeira vez, estamos realmente medindo a utilidade social das nossas atividades. Uma sociedade onde a economia vai bem, mas o povo vai mal e o planeta é dilapidado, é evidentemente uma sociedade sem rumos. Construir sistemas simples que permitam à população saber se está vivendo melhor ou não, tem imensa importância”.

2 pensamentos sobre “os novos indicadores de riqueza

  1. Irineu:
    Finalmente consegui tempo para conhecer seu blog. Fiquei horas!!!! Você não pára de pensar????
    Gostei muito do que vi. Quero conversar com você. Beijão,
    Claudia

  2. De pensar paro sim, vez em quando, teclando esc (escape).😉

    Isso aqui parece muito pra quem vê numa tacada – sinceramente não aconselho – mas são apenas pingos ao longo do tempo. Entre um e outro post rolam muitas conversas, aliás, só falta marcarmos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s