megas x nanos

Certa vez, bebendo e rindo com amigos, expus uma teoria, se não me engano, ligada a pequenos empreendimentos. O mais bêbado entre nós comentou: “essa idéia não é megalomaníaca o suficiente para impressionar, mobilizar as pessoas, não tem futuro”.

Concordei, mas contrapus que o tempo dos megalomaníacos estava acabando. Que grandes idéias, geralmente impostas, mais estragaram do que melhoraram o planeta, a vida, as pessoas. Ninguém mais tinha saco de aturá-las, suportá-las.

grande-pequeno

Chegara a hora – emendei – dos nanolomaníacos: os vidrados em idéias simples, de pequeno vulto. A dimensão dos projetos ficaria vinculada às adesões voluntárias, negociadas em nome do equilíbrio socioambiental local (por extensão, mundial). Daí perguntei: se não cuidamos disso, quem cuida? governantes, grandes empresas?

A idéia foi promovida, então, a megalomaníaca o suficiente para impressionar, e em seguida, evoluída para metalomaníaca, pois enfim, agia sobre si mesma, fazia do pequeno grande, do grande pequeno, atributos para virar o mundo no avesso.

Varamos a noite debatendo micros e macros idéias, vantagens e desvantagens dos modos de pensar, homenageamos a pequena uva que resulta em grandes vinhos, indagamo-nos sobre o papel do lo entre os nano e os mega-lo-maníacos. (que me lembre, essa questão ficou sem resposta).

Tudo indica que novos embates entre los megas e los nanos acontecerão em breve. Estou só aguardando.

5 pensamentos sobre “megas x nanos

  1. gostei dos nanolomaniacos. e pra mim tudo começou com um portuñol mal assombrado que tasou um lo quando queria dizer megaelmaniaco.

    há braços,

    me

  2. o partido do gabeira e o proprio gabeira são mega-lo-nanicos! haha!

    aliás, ando fazendo campanha pelos 5% pro pevê, se é que este blogueirous permite o exercicious democraticous dissous…
    🙂

  3. Dos poucos trechos que vi da propaganda eleitoral na tevê, tava lá o Gabeira pedindo *na moral* votos para atingir os cinco por cento. Se você conseguir sensibilizar alguém que passe por aqui, terá feito um nanomegatrabalho. Quanto a mim, prometo visitar o site do pevê. Na moral.

  4. nê, delícia ler esse post. sou nanomaníaca desde sempre, acredito mesmo das pequenas pequeníssimas coisas, aquelas de todo o dia, que fazem tudo mudar.

    não sei se são meus olhos mas eu vejo as mudanças e vivo cada vez mais feliz (apesar dos resmungos constantes)🙂

    beijos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s