tiktaalik

Esse post é para o amigo que gosta de nomes estranhos. Nas pesquisas sobre origens, achei uma entrevista com o paleontólogo Alexander Kellner, da UFRJ, co-autor da descoberta brasileira do maior dinossauro carnívoro que habitou o Mato Grosso há 80 milhões de anos. Ele fala sobre o Tiktaalik, animal que preenche a lacuna entre os peixes primitivos e os primeiros vertebrados a dominarem terra firme.

QUEM LÊ JORNAL SABE MAIS: Podemos dizer que a evolução dos seres (anfíbios, répteis, aves e mamíferos) teria origem nos peixes primitivos? Quantas espécies teriam resultado desta adaptação à terra?

KELLNER: Para a primeira parte da pergunta, a resposta é imediata: sim. Lembrando que a história é mais ou menos assim. Primeiro surgem os peixes, que se diversificaram em vários grupos diferentes. A partir de um determinado grupo de peixes (do qual faz parte o Tiktaalik) se originaram os primeiros vertebrados terrestres (chamados de tetrapoda, como o Acanthostega e o Ichthyostega). Depois houve uma diversificação destes com o surgimento dos anfíbios, gerando vários grupos (como os sapos e rãs). Um destes grupos acabou dando origem aos répteis e um outro aos sinapsídeos. Tanto os répteis como os sinapsídeos se diversificaram e deram origem a outras formas. No caso dos répteis, acabaram surgindo os dinossauros e, destes, as aves. No caso dos sinapsídeos, os mamíferos. A segunda parte da pergunta é complexa…

[ a segunda parte, complexa? tá tirando uma. segue:]

… A partir dos primeiros vertebrados terrestres – como o Acanthostega e o Ichthyostega – houve uma diversificação tremenda, que deu origem a todas as espécies de tetrápodes atuais, incluindo o homem. Assim, todas as espécies de vertebrados que vivem em terra firme, ou no ar (como as aves) e algumas no mar (como a baleia) surgiram com a evolução destas formas primitivas.

Tem outro desenho do bicho com cara de jacaré-bocó na wikipedia.

Mas daí, o seguinte: a entrevista está no site QUEM LÊ JORNAL SABE MAIS, hospedado na globo.com. Quando tentei copiar partes do texto ele me apresentou a seguinte janelinha de ‘diálogo’:

globosem.png

Então ‘dialogando’ com a janelinha: eu tava com pressa e não solicitei autorização prévia, fui no código fonte e copiei de lá para não ficar errando nomes à tôa, essas coisas. Espero que a Globo não se incomode com isso, da mesma forma que não me incomodei em ter esse trabalho a mais para copiar. E aproveito para fazer um elogio à Globo: apesar de muitos atrasos de vida, nem tudo o que ela produz é lixo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s