cadê o eleitor?

fogos de artificioComparo o processo eleitoral a chegada do ano novo. A virada, meia-noite, é o dia da votação.

Fogos de artifício pipocam nos céus, produzem sons e figuras notáveis, mas o auê vira fumaça e some rapidinho, como político junto ao povo após a eleição.

Friza imagem: figuras de fogos de artifício duram segundos, minutos, enquanto os políticos eleitos legislam, governam e você-sabe-mais-o-quê o país por quatro ou oito anos.

O eleitor, para quem não percebeu, é todo aquele fundo escuro ali, que já está antes e permanece depois da festa, e que permite aparecerem as cores e os brilhos dos fogos ou os risos e as promessas dos políticos.

O eleitor é o céu do país.

skywatching

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s