diversidade e diversão

O outro lado dessa coisa boa que é curtir a vida, a natureza, e tudo o que há de interessante nela, é que a vida, a natureza, e tudo o que ela tem de misteriosa, também gosta de curtir com a nossa cara.

revista fapespO exemplo das previsões sobre o código genético feitas por cientistas (em busca de recursos) e por políticos (em busca de votos) é notório. Em junho de 2000, o então presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, e o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, fizeram maior alarde sobre o tema (como se vê na matéria Decifrado o Mapa da Vida).

Depois foi aquele fiasco de dizer bem baixinho que a coisa não era bem assim e que o segredo da vida seria revelado pela bem mais complexa proteômica.

Mesmo que o vexame tenha ensinado a baixar a bola na criação de expectativas, os genes parecem dispostos a tirar uma onda com cientistas, políticos e, por tabela, conosco, o distinto público. A idéia de que haveria um genoma humano padrão, isto é, de que seríamos 99,9% iguais uns aos outros (geneticamente falando)  foi devidamente enterrada. Veja mais na Revista Fapesp.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s