diversidade e diversão

O outro lado dessa coisa boa que é curtir a vida, a natureza, e tudo o que há de interessante nela, é que a vida, a natureza, e tudo o que ela tem de misteriosa, também gosta de curtir com a nossa cara.

revista fapespO exemplo das previsões sobre o código genético feitas por cientistas (em busca de recursos) e por políticos (em busca de votos) é notório. Em junho de 2000, o então presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, e o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, fizeram maior alarde sobre o tema (como se vê na matéria Decifrado o Mapa da Vida).

Depois foi aquele fiasco de dizer bem baixinho que a coisa não era bem assim e que o segredo da vida seria revelado pela bem mais complexa proteômica.

Mesmo que o vexame tenha ensinado a baixar a bola na criação de expectativas, os genes parecem dispostos a tirar uma onda com cientistas, políticos e, por tabela, conosco, o distinto público. A idéia de que haveria um genoma humano padrão, isto é, de que seríamos 99,9% iguais uns aos outros (geneticamente falando)  foi devidamente enterrada. Veja mais na Revista Fapesp.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s