lógico

Duas freiras saíram do convento para vender biscoitos.
Uma é Irmã Maria e a outra é a Irmã Léia.

Irmã Maria – Está ficando escuro e nós ainda estamos longe do convento!!!

Irmã Léia – Você reparou que um homem está nos seguindo a mais de meia hora?

Irmã Maria – Sim, o que será que ele quer?

Irmã Léia – É lógico! Ele quer nos estuprar.

Irmã Maria – Oh, não! Se continuarmos neste ritmo ele vai nos alcançar no máximo em 15 minutos. O que vamos fazer?

Irmã Léia – A única coisa Lógica a fazer é andarmos mais rápido!!!

Irmã Maria – Não está funcionando.

Irmã Léia – Claro que não! Ele fez a única coisa lógica a fazer, ele também começou andar mais rápido.

Irmã Maria – E agora, o que devemos fazer? Ele nos alcançará em 1 minuto!

Irmã Léia – A única coisa lógica que nos resta fazer, é nos separar! Você vai para aquele lado e eu vou pelo outro. Ele não poderá seguir-nos as duas, ao mesmo tempo.

Então, o homem decidiu seguir Irmã Léia. A Irmã Maria chegou ao convento, preocupada com o que poderia ter acontecido à Irmã Léia. Passado um tempo, eis que chega Irmã Léia.

Irmã Maria – Irmã Léia!!! Graças a Deus você chegou! Me conte o que aconteceu!!!

Irmã Léia – Aconteceu o lógico. O homem não podia seguir-nos as duas, então ele optou por me seguir.

Irmã Maria – Então, o que aconteceu?

Irmã Léia – O lógico, eu comecei a correr o mais rápido que podia e ele correu o mais rápido que ele podia, também…

Irmã Maria – E então?….

Irmã Léia – Novamente aconteceu o lógico: ele me alcançou.

Irmã Maria – Oh, meu Deus! O que você fez?

Irmã Léia – Eu fiz o lógico: levantei meu hábito.

Irmã Maria – Oh, Irmã Léia!!!! E o que o homem fez?

Irmã Léia – Ele, também, fez o lógico: abaixou as calças.

Irmã Maria – Oh, não!!!!! O que aconteceu depois?

Irmã Léia – Não é óbvio, Irmã Maria??? Uma freira com o hábito levantado consegue correr muito mais rápido do que um homem com as calças abaixadas!!!!

Fonte: humorsex

Anúncios

teste de latim

Qual a melhor tradução para a expressão abaixo:

OMNIBUS OMNES OMNINO

a) O ônibus apanhou o menino.

b) O menino apanhou o ônibus.

c) O ônibus atropelou o menino.

d) Tudo a todos, totalmente.

e) Nenhuma das anteriores.

a memória do mundo

Conto de Italo Calvino escrito 30 anos atrás, parece conversa entre diretores do Google:

backspace.com“O que será o gênero humano no momento de sua extinção? Uma certa quantidade de informações sobre si mesmo e sobre o mundo, uma quantidade finita, dado que não poderá mais se renovar e aumentar.

Durante algum tempo o universo teve uma oportunidade especial de colher e elaborar informações, e de criá-las, de extrair informações dali onde não haveria nada a informar sobre nada: isso foi a vida na Terra, e sobretudo o gênero humano, sua memória, suas invenções para comunicar e recordar.

A nossa organização garante que essa massa de informações não se disperse, independentemente do fato de ser ou não recebida por outros. Caberá ao diretor fazer com que, escrupulosamente, como se nunca tivesse existido tudo aquilo que acabaria atrapalhando ou pondo na sombra outras coisas mais essenciais, isto é, tudo aquilo que, em vez de aumentar a informação, criaria uma desordem e um ruído inúteis. O importante é o modelo geral formado pelo conjunto das informações, do qual poderão ser extraídas outras informações que não fornecemos e que talvez não tenhamos. Em suma, não dando certas informações damos mais do que daríamos dando-as.

O resultado final de nosso trabalho será um modelo em que tudo consta como informação, mesmo o que não é. Só então se poderá saber, de tudo o que foi, o que é que constava verdadeiramente, ou seja, o que é que existiu verdadeiramente, porque o resultado final de nossa documentação será ao mesmo tempo o que é, foi e será, e todo o resto não será nada.”

[ do livro Um General na Biblioteca ]

doce de pimenta

Para uma doce pimenta nascida no ano em que este video foi gravado.

docepimenta.png

Doce de Pimenta

Cada um vive como pode
E eu não nasci pra sofrer
Cara feia pra mim é fome
E eu não faço manha pra comer

A vida é como uma escola
E a morte é o vestibular
No inferno eu entro sem cola
Mas o céu eu vou ter que descolar

Mas quando alguém precisa de um carinho meu
Não há nada que me prenda
Mas se eu sentir que um bicho me mordeu
Sou mais ardida que pimenta!

No fundo eu sou otimista
Mas eu sempre penso o pior
Me cansa essa vida de artista
Mas cada vez o prazer é maior

Letra e Música: Rita Lee e Roberto de Carvalho
Cantam: Rita Lee e Elis Regina

balada do saci

O dia 31 de outubro não é mais o mesmo… Agora o Saci e os seus amigos festejam junto com as bruxas. Até com mais direito, já que o dia deles foi instituído em São Paulo e tramita no Congresso pra virar Dia Nacional.

Para celebrar esse personagem e seus amigos Boitatá, Curupira, Caipora, Boto, Mula sem cabeça e outros, é só aparecer na Balada do Saci & Seus Amigos que acontecerá dia 21 de outubro, na Vila Madalena, Sampa.

saci-sosaci.jpgNa festa será apresentado o documentário “Somos todos Sacys” de Rudá Andrade, haverá um bate papo com Mário Cândido e Mouzar Benedito, da Sociedade de Observadores de Saci – SOSACI, além de muita dança com o Grupo de Maracatu Pa-pa-dá e música com os Amídalas Cantantes e DJs Caião e Beto Várias.

O evento – que irá encerrar a Semana de Democratização da Comunicação em Sampa – é organizado pela Revista Viração e pelo Instituto Jovem, entidades que também pulam em uma perna só.

..^..

Balada do Saci & Seus Amigos.
Dia 21/10 às 21hs no Instituto Jovem
Rua Cardeal Arcoverde 1838 (altura da Mourato Coelho)
Entrada: 5 reais. (a dica veio do extra. a imagem, do bica.)

horário cultural gratuito

Espaço reservado para os amigos do Clube do Dendê.

Sexta-feira tem tango-batuque no Espaço Miscelânea Cultural!

O Club do Dendê é o clube do samba-sem-chuchu que apresenta o famigerado partido alto, desde a raiz até suas flores mais belas. Tem samba-canção e samba-enredo também; marcha, velha-guarda e até um pagode passa por aqui às vezes, vacilando. Só não tem chuchu.

Pra quem se espreme de medo do príncipe da Opus-Dei chegar ao poder e o Vaticano virar a capital do Brasil, venha celebrar a difamação e o escárnio próprio dos fandangos mamelucos realizando um desfile fanfarrado de sincope popular, escancarando nossos hábitos desmedidos e sinuosos de quem inventa a vida.

Pra você que cansou da cantilena mal contada dos antigos vermelhos, que agora estão roxos pra permanecer no poder, pra você que não agüenta mais o esbugalhado da Serra, ou o Maluf candidato a síndico de asilo ou ainda o Clodovil estrela na TV Câmara, aprochegue-se…

Venha celebrar uma xiba de violão baiano. Marchemos juntos ao batuque da resistência de nossa cultura aversa ao espetáculo, pedestre em suas convicções e enraizada nos lundus de alma negra.

Às sextas sejamos todos artistas. Não precisamos de claquete, de contra-regra ou de âncora. Preferimos a farofa, a vela e algum vintém. Quem quiser chegar de chapéu, lenço e tamanco também vem. Cabe todo mundo desafetado da indústria do espetáculo e ritmado pelos batuques de uma cultura transnacional de quem trabalha.

O povo perde o governo, mas não perde a piada…

tiao carvalho
Nesta sexta, 06/10, a festa estará mais completa com a presença do querido Tião Carvalho, grande multiplicador de cultura popular pelas esquinas de cá.

O Espaço Miscelânea Cultural fica em Pinheiros, na rua Álvaro Anes, 91. É bem perto da FNAC da rua Pedroso de Moraes, sabe? Couvert: 3 r$. Entrada: 3 r$

Tá. Não é gratuito mas é bem baratinho. Pensa que só os políticos podem mentir?